Ok

En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies. Ces derniers assurent le bon fonctionnement de nos services. En savoir plus.

  • Ex-autarca da Batalha - desvia milhões a clientes

    trovao.jpgA verdadeira dimensão desta burla está ainda por contabilizar, mas as vítimas de Rui Trovão apontam para verbas a rondar 1,7 milhões de euros. Contabilista e ex-vereador da Câmara Municipal da Batalha, é acusado de ter desviado durante anos o dinheiro que os seus clientes lhe entregavam para pagar às Finanças e à Segurança Social. O crime pode levar dezenas de pequenas empresas à falência.

    "Foi como se tivesse rebentado uma bomba. Tenho uma dívida de 70 mil euros e agora não sei como a vou pagar. Estou com a corda ao pescoço", contou ontem ao CM Manuel Jordão, um dos empresários lesados pelo ex-autarca.

    Rui Trovão sempre foi muito dinâmico ao nível empresarial e social. É director da rádio local e criou a Contibatalha – empresa de contabilidade e consultadoria –, conquistando com o passar do tempo a confiança de clientes. "Toda a gente acreditava muito nele. Se fosse preciso até lhe deixavam cheques em branco", diz Manuel Jordão.

    Nos últimos três anos, as contas nem sempre batiam certas, mas nem assim os clientes desconfiaram do contabilista Rui Trovão. "Houve clientes com contas bancárias canceladas por um dia e outros com bens penhorados. Só que iam ter com ele, entregavam a correspondência e o problema era resolvido", refere Júlio Pinheiro, construtor civil lesado em 22 mil euros. Quando este jogo de cintura financeira se tornou insustentável, o caso rebentou. Ontem, na Batalha, era a situação mais comentada.

    Oficialmente, a Contibatalha estava fechada por motivos de auditoria interna. Mas durante o dia foi um corropio de entrada e saída de clientes à procura de respostas para a dura realidade. "O meu marido até chorou quando soube. Trabalha dia e noite e ficou a saber que tem uma dívida de vinte mil euros. Não sei como vamos fazer", diz Maria do Céu Jordão. A maioria dos lesados pretende apresentar queixa-crime contra Rui Trovão, com quem o CM não conseguiu falar.

    TEM VÁRIAS EMPRESAS E CARGOS SOCIAIS

    Rui Trovão exerceu funções de vereador na Câmara Municipal da Batalha, é director -geral da Rádio Batalha e presidente da direcção da Associação de Propaganda e Defesa da Região da Batalha. Foi presidente da concelhia do PSD, na Batalha, e o seu nome chegou a ser falado para uma eventual candidatura à presidência da autarquia nas próximas eleições autárquicas. Em conjunto com a mulher explorava várias lojas de calçado e vestuário.

    Considerado pelos amigos como uma pessoa "teimosa e persistente", conseguiu impor-se como empresário na região de Leiria. Na carteira de clientes tinha empresas de grande dimensão, que terão sido as mais lesadas. "Fala-se que só a uma empresa a dívida acumulada à Segurança Social é de 300 mil euros", contou ao CM um dos queixosos, que pediu para não ser identificado.

    "ELE SÓ CHORA E DIZ QUE QUER PAGAR A TODOS"

    "Aqui mora ladrão". As palavras, escritas a vermelho junto ao portão de entrada na casa de Rui Trovão, são elucidativas da revolta que se vive na Batalha. Segundo pessoas próximas do contabilista, "ele só chora e diz que quer pagar a toda a gente que enganou". O que não será fácil, tendo em conta os valores em causa. Logo que se soube do buraco financeiro, os funcionários da Contibatalha – perto de uma dezena – terão pedido a demissão.

    Rui Trovão não aceitou e nestes últimos dias têm sido eles a assegurar o contacto com os clientes. Colocam-nos a par das dívidas e entregam-lhes a documentação.

    PORMENORES

    QUEIXAS

    Segundo apurou o ‘CM’, alguns dos lesados apresentaram queixa contra o contabilista na PJ de Leiria nos últimos dias.

    LUXO

    "O deslumbramento com o luxo" terá sido uma das causas que levou o empresário a defraudar os clientes, afirmou um dos lesados.

    VÍTIMAS

    A carteira de clientes da Contibatalha teria mais de uma centena de empresas, muitas delas de pequena dimensão, que vão passar por dificuldades.

    Correio da manha

  • logo

    logo.jpg

  • 23 e 24 de Maio 2009 - 27° Aniversario do Benfica de Acheres

    Hora : A partir das 20 H 30 >

    > Local : Sala JEAN VILAR em ACHERES em FRANCA

    > Evento : Jantar dansante Commemoraçao do 27° aniversàrio do Rancho foclorico As Estrelas do Benfica d'Achères

    > ORGANIZAçãO : ASSOCIACAO DO BENFICA D'ACHÈRES (78) YVELINES FRANCA

    > CONTACTOS PARA RESERVAS 06 62 58 36 42 / 06 21 20 06 77

    filhos da nacao 001.JPG

    Domingo 24 de Maio 2009

    Festival de folclore com varios ranchos

    filhos da nacao 014.JPG

     

  • Resultados de Futebol na super Liga

  • Lourinhã: Gang monta armadilha para roubar cerca de seis mil euros

    “Roubaram tudo o que juntei na vida”

    lourinha.jpg"Nem acredito que me levaram todo o dinheiro que juntei na vida para poder dar aos meus netinhos". Ainda contorcido pelas dores, aos 81 anos, Joaquim Luís recorda ao CM a violência do ataque que sofreu sábado à noite. Os quatro assaltantes, dois homens e duas mulheres, agrediram, sequestraram e roubaram o idoso perto de casa, em São Bartolomeu dos Galegos, Freguesia da Lourinhã. Ao todo levaram-lhe cerca de seis mil euros.

    Com um plano traçado ao mais ínfimo pormenor, o perigoso gang não escolheu esta vítima ao acaso. Desde a última quarta-feira que já faziam apertadas vigilâncias na aldeia para escolher o alvo perfeito.

    "Quando a menina me bateu à porta e disse que precisava de ajuda para levantar uma amiga que estava caída numa vala não pensei duas vezes. Peguei na caçadeira e saí logo de casa", conta o idoso – ainda com as marcas evidentes da violência na cara e em todo o corpo. Com a emboscada bem preparada, a assaltante convenceu Joaquim Luís a abandonar a sua caçadeira no meio do caminho.

    Quando chegaram ao pé de um Fiat Punto preto, parado num descampado, começou o ataque. "Deram-me logo um murro na cara e caí redondo no chão. A seguir os quatro assaltantes puseram-me um pano à volta da boca. Enfiaram-me dentro do carro e depois abandonaram-me sozinho no meio do nada. Passei ali toda a noite sozinho, ao frio e à chuva, mas ninguém me ajudou". É com este relato que o idoso continua a recordar o ataque.

    Só na manhã seguinte, domingo, é que Joaquim Luís conseguiu o auxílio de um casal, que o transportou até à aldeia. O idoso apressou-se a ir a casa, mas o pior foi quando viu que todo o seu dinheiro tinha entretanto desaparecido, além dos dois telemóveis e uma caçadeira. Logo depois foi levado ao hospital, onde recebeu tratamento.

    Joaquim Luís é divorciado e vive sozinho há mais de vinte anos. Tem três filhos emigrantes, um no Canadá e duas filhas em França.

    "IMPLOREI-LHES PARA QUE NÃO ME MATASSEM"

    Com 81 anos, já não é a primeira vez que Joaquim Luís é atacado. "É uma tristeza. O que vou eu fazer agora sem aquele dinheiro que andei tanto tempo a pôr de parte? Já tinha destino e agora nada feito", diz ao CM, comovido. O idoso tem ainda o corpo e a cara inchados devido às pancadas violentas que levou dos dois assaltantes.

    "Quando levei os dois murros até fiquei tonto. Para piorar, quando me colocaram no carro e arrancaram a alta velocidade dava com a cabeça em todo o lado e fiquei mesmo mal. Depois de me deixarem sem sapatos e meias, só lhes implorei para que não me matassem", continua.

    Os vizinhos ficaram chocados com o ataque brutal dos quatro ladrões. "Eles [os assaltantes] já sabiam perfeitamente ao que vinham. O Joaquim sempre se gabou de ter muito dinheiro em casa", disse um dos vizinhos.

    ASSALTANTES DESTROEM CASA PARA ROUBAR

    "Não fiquei com um único cêntimo em casa. Levaram-me tudo. Mexeram, destruíram. .. Enfim, fizeram de tudo, porque também tiveram tempo para isso", diz. Em casa de Joaquim ainda está tudo destruído. As loiças partidas e o colchão revirado é o cenário com que se debate todos os dias. "Ainda tenho de limpar isto tudo e voltar a colocar as coisas no lugar. Estou sem forças para nada, mas não posso viver nesta confusão". Devido à idade avançada, o homem tem já dificuldades em movimentar-se. As agressões vieram piorar ainda mais a situação. "Para a próxima não me vou deixar enganar", remata.

    PORMENORES

    "ESTOU SOZINHO"

    Joaquim Luís vive sozinho há vários anos e no sítio mais isolado da aldeia. "Os meus filhos [emigrados] não podem saber que fui atacado, senão ficam muito preocupados".

    ARMA PARA DEFESA

    O idoso, de 81 anos, tinha uma caçadeira para defesa pessoal. "Sempre que saía à noite sozinho levava a minha arma", explicou.

    JUDICIÁRIA INVESTIGA

    A Polícia Judiciária de Lisboa está a investigar as circunstâncias do roubo e sequestro.

    In - Correio da manha

  • tes

    pub ici.gif

  • Todos podem virar patrões facilmente em Franca

    auto entrepreneur.jpgExiste desde do primeiro de Janeiro deste ano de 2009 , uma nova forma de criar uma micro empresa facilmente através da Internet ....

    Este novo sistema tem muitas vantagens , o regime fiscal e social e muito mais barato que para o estatuto de artisan ou sarl , para as pequenas empresas que facturem menos de 80.000 € H.T. ....

    As micro empresas vão pagar 20 % do montante facturado e nessa soma ja esta incorporado todas as cargas sociais e fiscais , ou seja o patrão guarda 80 % desse dinheiro ... uma enorme economia ..

    Aqui fica a taxa paga em função da profissão que pretende fazer :

    * 12% para uma actividade comercial.

    * 21,3% para uma actividade de prestações de serviços

    * 18,3% para as prestações de serviço dos profissionais liberais filiados ao CIPAV.

    Reservado a algumas profissões como a venda e a prestação de serviço as pessoas ...

    Neste caso e bastante interessante para uma mulher de limpeza ou um jardineiro criar a sua empresa , diria que nos Portugueses somos os que mais trabalha neste tipo de trabalho .... aqui fica algumas profissões autorizadas.

    * Trabalhos domésticos, pequenos trabalhos jardinagem,

    * prestações pequeno bricolage ditas “homens todas as mãos”,

    *apoio escolar, ou cursos à domicílio,

    *assistência informática e Internet à domicílio,

    *preparação das refeições à domicílio, incluindo o tempo passado nas compras ,

    * entrega de refeições à domicílio ,

    * recolha e entrega à domicílio de roupa passada a ferro ,

    * entrega de corridas à domicílio*,

    * cuidados e passeios de animais domésticos, para as pessoas dependentes,

    * manutenção, entrevista e vigilância temporárias à domicílio, da residência principal e secundária,

    * acompanhamento de crianças de mais de três anos os seus déplacements*,

    * assistência administrativa à domicílio,

    * actividades que directa e exclusivamente concorrem para coordenar e emitir os serviços à pessoa.

    Aqui fica o site onde pode criar a sua empresa e começar a trabalhar amanha .

    Auto Entrepreneur



  • Todos os emigrantes deviam de ouvir este senhor - Baptista de Matos

    Como alem de ter pouco mais de metade da idade deste senhor !!! Concordo plenamente com ele sobre vários pontos  ... Se a emigração tivesse 100 homens como este ... Nos seriamos muito mais fortes ... Obrigado Sr. Baptista de Matos ... pelo exemplo de coragem e abertura aos outros ..

  • 03-05-2009 - Festival de Folclore em Versailles

    O Grupo Folclórico "Estrelas Douradas" dos Portugueses de Versailles organiza, a partir das 14h00, um Festival de Folclore representado por 6 grupos, no n° 24 rue Maréchal Joffre em Versailles.