Ok

En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l'utilisation de cookies. Ces derniers assurent le bon fonctionnement de nos services. En savoir plus.

  • Halles du Portugal - Regalaram a comunidade Portuguesa de Paris

    Decorreu no passado domingo dia 16 de Setembro a grande festa anual dos super-mercados Portugueses " LES HALLES DU PORTUGAL" foi numa tarde com temperaturas de verão, que decorreu na cidade de Choisy le Roi (94) situada nos arredores de Paris.

    Não sei exactamente quantas pessoas vieram assistir a esta festa, mas certamente que não seriam mais de dez mil, o que aqui na comunidade faz deste acontecimento o maior deste género, nenhuma empresa privada Portuguesa investiu tanto dinheiro para criar um acontecimento cultural e neste caso musical desta natureza.

    Para alem do espectáculo esta casa ofereceu, sardinha assada e entremeada de porco a discrição, e ate o vinho, cerveja e outros refrigerantes eram gratuitos, a meu conhecimento deve ser a única festa de Franca a dar musica e comes e bebes a vontade (lol) que assim continue.

    Podemos louvar a coragem e a boa vontade do patrão desta casa Sr. Armindo Teixeira e família, empregados e outros voluntários que participaram na organização deste enorme evento, pelo contributo que estão a dar ao mundo artístico e cultural, alem de ajudarem vários artistas da comunidade.

    Alem disso esta casa è patrocinadora dos dois melhores magazines da comunidade (lol) Portuguesa da região de Paris, estou a pensar no Tuga Magazine e no Portugalmag, ha poix modéstia a parte e mesmo assim que eu considero que as coisas são (lol)

    Nesta edição 2012 contou a actuação de vários artistas de renome Internacional como é o caso dos NEMANUS que sabem manter viva a vontade de dançar pular e viver a alegria da festa, começou o espectáculo o artista surpresa " PAPY LONDON" que meteu os mais novos em delírio 'lol) depois   subiram ao palco todos os artistas da família Malhoa, a começar pela Índia, depois foi a Ana e o José fechou a festa com vários sucessos da sua longa carreira no mundo canção.

    O nosso Jhony que è o que se pode chamar um artista da casa visto que o lançamento do primeiro disco do Jhony contou com a colaboração dos " HALLES DU PORTUGAL " deu um show ao vivo digno desse nome, cantou vários temas da sua autoria e pelos vistos agradou bastante, visto o entusiasmo do publico após cada canção.

    Não vamos esconder aqui que apreciamos especialmente o Jhony, ja o conheço a largos anos e alem da sua casa de produção não nos ter proposto uma colaboração para a participação na divulgação deste seu trabalho, nos continuamos a apoiar o Jhony .

    Acreditamos e precisamos de um ou mais artistas  para nos representar na TV Portuguesa e outras manifestacões tanto aqui em Franca como em Portugal, por isso na saída do seu primeiro disco que esta para breve, vamos todos compra-lo e assim fazer subir a estima que nos Emigrantes merecemos aqui na nossa comunidade.

  • Onde Nos chegamos !!! Portugal as portas da miséria ...

    portugal.jpgComo certamente a maioria daqueles que estiveram de ferias recentemente em Portugal, se aperceberam da desgraça que se esta a preparar, de um ponto de vista económico, a tristeza e a miséria já se instalou em muitos lares Portugueses.

    Neste verão andei um pouco por todo o Pais, do Minho ao Algarve e o cenário e o mesmo em todo o pais, no Algarve onde a construção era o motor da economia, durante os onze meses por ano, nesta altura ver uma grua num prédio em construção e quase um milagre.

    Quanto ao turismo as coisas também vão bastante mal, mesmo se o governo anunciou que os hotéis do Algarve estavam quase completos, no terreno as coisas são bem diferentes, com "resords" ou hotéis de alto luxo com vendedores a porta para aliciar os turistas de passagem, já não falo nos apartamentos que ficaram por alugar, para perceber bastava olhar para as janelas e ver os anúncios para aluguer dos mesmos.

    Na região centro, Pombal, Leiria, Coimbra, Figueira, as coisas estão da mesma forma péssimas, a mesma construção parou, e deixou centenas de apartamentos e casas construidas e outras por acabar, por falta de compradores e atualmente os donos desse património são os bancos, como foram eles a aliciar a sua construção a preços exorbitantes, hoje são os pequenos contribuintes Portugueses que vão pagar as favas.

    Tínhamos alguma industria de confeção e calcado que já fecharam as portas, e a crise também já atingiu empresas que tem mais de quarenta anos de laboração no seu sector e hoje já não pagam os salários aos seus funcionários a alguns meses, neste setor esta a exploração de matérias primas, barro, areias, pedras etc.etc...

    Para nos emigrantes na casa dos 40/50 anos que nascemos e vivemos alguns anos em Portugal, sabíamos que o desenvolvimento acelerado  do nosso pais, não tinha fundamento, visto que os bancos empurraram dinheiros para tudo e para todos e isso muitas vezes de forma enganosa, como e possivel que um casal que ganha 1000 € por mês poder pagar uma casa, um carro e outros objetos de luxo, sobre créditos superiores a 250.000 € .

    Não esquecendo que para construir esta desgraça, Portugal chegou a ter perto de um milhão de emigrantes, vindos da ukrania, Brasil e outros países de leste, com a crise infelizmente ja tiveram que partir e assim abandonar mais casas ao abandono, não tenho nada contra os emigrantes visto que também sou, mas os Portugueses precisam de trabalho.

    Sou bastante infeliz com o que se esta a passar, ver os meus compatriotas a ter que fugir para o estrangeiro para tentar dar uma vida digna a sua família, quando ao mesmo tempo um grande numero de chineses se instalam de forma definitiva, controlando sectores inteiros da economia, ate a musica ambiente das suas lojas já e chinesa.

    Muitos emigrantes fizeram confianca no nosso pais e ai investiram todas as economias de uma vida de trabalho no estrangeiro, comprando apartamentos e casas para se assegurar de um tia ter uma reforma melhorada, a realidade e que foram "roubados" hoje os apartamentos que pagaram (100.000) hoje só valem (50.000) e mesmo a esse preço se necessitar de os vender, ninguém tem o dinheiro para o pagar.

    Eu também construi uma casa em Portugal, porque tinha esperança no nosso pais, sem ser um AS na economia sei que temos tudo para viver melhor que a Suíça ou o Luxemburgo, mas para isso e necessário sair do Europa, criar um serviço de forcas armadas independente, talvez com uma aliança económica com a Espanha, e dar um rumo novo a Portugal.

    Temos um clima dos melhores da Europa, temos a melhor gastronomia do mundo, temos cidades, vilas e aldeias com um alto interesse histórico, temos pessoas educadas e bem formadas em muitos sectores, poderíamos receber os reformados a Europa do norte todos em aldeias que poderiam ser reabitadas com essas  pessoas.

    Agora destruir o pais com políticas criminosas, como aquela de poder plantar eucaliptos em qualquer terreno, sabendo que essas árvores destroem a terra de forma definitiva é simplesmente uma atitude "criminosa" explorar gaz , com a esperança de encontrar petróleo na zona de Alcobaça e outro ataque contra as gerações seguintes.

    Emigrantes instalados no estrangeiro, esta na hora de ser solidário com os nossos compatriotas recém-chegados e ajudem-nos a se instalar, arranjar um emprego e se poder ainda mais, Portugal merece...

  • Tuga Magazine N.30 - Setembro 2012